Arquivos mensais: Fevereiro 2016

Cerveja Amazon Beer Witbier Taperebá

AMAZON BEER WITBIER TAPEREBÁ (2)

Cerveja Amazon Beer Witbier Taperebá

Olá amigos cervejeiros, tudo bem com vocês??

Continuamos com a escola Belga, uma das mais variadas e criativas escolas cervejeiras do mundo. Se nos dois últimos posts falamos do estilo Belgian Blonde Ale com as cervejas Maredsous 6 e Bohemia Caá-Yari, hoje voltaremos a falar de um estilo que particularmente gosto muito: a Witbier, que já passou aqui no blog com os posts das cervejas Vedett, Hoegaarden. Essas duas primeiras são belgas, e hoje falaremos de uma Witbier nacional, feita por uma cervejaria também muito criativa: a Amazon Beer, que também já passou aqui no blog nos posts da Amazon Beer Bacuri e Amazon Beer Açaí Stout.

Como já falamos em posts anteriores, a Witbier é uma cerveja condimentada, na sua versão original ela contém cascas de laranja e sementes de coriandro, também conhecido como coentro. No caso da Amazon Beer Witbier Taperebá a receita leva a fruta com esse nome simpático, que também é conhecido como cajá, além de dois tipos de malte, o malte de cevada e o malte de trigo.

AMAZON BEER - TAPEREBÁ

O fruto do taperebá que está na receita dessa bela cerveja.

Vendida em garrafas de 355 ml, e como 4,7% de graduação alcoólica, A Amazon Beer Witbier Taperebá é muito, mas muito aromática, um cheiro frutado muito gostoso que acredito que seja do taperebá que se une com outros aromas de Witbiers tradicionais, sua coloração também é do estilo de uma tradicional Witbier, um amarelo fosco muito bonito, mas, diferente dos outros rótulos da Amazon Beer que tem uma espuma abundante que até assusta quem degusta ela pela primeira vez, esse rótulo criou uma pequena quantidade de espuma branca que se dissipou muito rápido no sabor uma mistura interessante do amargor do lúpulo com o gosto azedinho da fruta, corpo bem leve, muito refrescante, final do gole bem seco, que acaba dando uma sensação de beber o próximo gole o mais rápido possível.

AMAZON BEER WITBIER TAPEREBÁ (3)

Detalhes do rótulo

E mais um rótulo da Amazon Beer é premiado, a Amazon Beer Witbier Taperebá foi Medalha de Ouro no South Beer Cup 2014 disputado em Belo Horizonte-MG segundo o site da cervejaria (www.amazonbeer.com.br). Também no site diz que essa cerveja harmoniza muito bem com saladas e frutos do mar como sushi, salmão e lagosta.

AMAZON BEER WITBIER TAPEREBÁ (1)

Medalha de ouro na South Beer Cup 2014

Encontrada em supermercados, bares, lojas especializadas em cervejas especiais e em lojas virtuais especializadas em boas cervejas. Já saboreou a Amazon Beer Witbier Taperebá?? Gostou dela?? Não gostou dela?? Deixa sua opinião sobre ela aqui no blog ou em nosso e-mail: bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br. Suas dúvidas, criticas e sugestões serão sempre bem vindas em nosso blog.

Um forte abraço a todos os amigos cervejeiros!! Boas cervejas!! Cheers!!

 

Onde encontrei:

Hipermercado Sonda

Valor: R$ 10,62

Cerveja Bohemia Caá-Yari

CAÁ-YARI (3)

Cerveja Bohemia Caá-Yari

Olá amigos cervejeiros, tudo bem com vocês??

Pode-se dizer que hoje o post será “polêmico”. E por quê?? Pelo fato de falarmos de uma cervejaria já bastante conhecida do público que gosta das cervejas mainstream, a Cervejaria Bohemia, pertencente à AB-IMBEV com sua cerveja “tipo Pilsen”. Recentemente ela lançou quatro novos rótulos com estilos diferentes da já citada “Pilsen”: a Jabutipa, uma IPA com inclusão de Jabuticaba; a Bela Rosa, uma Witbier com Pimenta Rosa; a Oito e Um, uma Session Stout com cacau, hortelã e laranja, e a cerveja que falaremos hoje, a Caá-Yari, uma Belgian Blonde Ale com Erva Mate.

Como diz o site da cervejaria (www.bohemia.com.br) “uma belga com sotaque gaúcho. Se aqui no Brasil quem manda são as cervejas do estilo American Lager, ou como estão nos rótulos de suas cervejas, tipo “Pilsen”, mas na Bélgica quem manda são as Belgian Blonde Ale, um estilo de cerveja levemente adocicada e encorpada. “ Seu nome, Caá-Yari é em homenagem a deusa dos ervais da cultura indígena brasileira.

Cerveja vendida em garrafas de 300 ml e 600 ml, com bons 6,5% de graduação alcoólica, e com apenas 17 IBU de taxa de amargor, é uma cerveja de cor âmbar mais clara que uma cerveja do estilo IPA, com espuma de cor branca de baixa formação, mas que mantém uma película até o final do copo.

CAÁ-YARI (4)

Repare que a espuma dela é de baixa duração, mas fica uma pelìcula até o final do copo.

De início, fiquei apreensivo sobre a Caá-Yari, de ela não ser uma boa cerveja, pelo fato de ser feita por uma cervejaria mainstream. Mas essa sensação caiu por terra logo que coloquei a cerveja na taça e senti seu aroma de malte, bastante frutado e que me lembrou de belíssimas cervejas como a Cerveja Leffe, outra Belgian Blonde Ale, e a Maredsous Blonde 6, a cerveja que falamos no post anterior. Ao provar a Caá-Yari, tive a certeza que ela realmente é uma belíssima cerveja. Cerveja bastante encorpada, com pouca carbonatação, aquela sensação de borbulhas dentro da boca igual a beber um refrigerante, muito saborosa, com médio amargor e dá pra sentir o álcool durante o gole, a erva-mate não foi percebida no sabor, mas senti uma pequena dormência na boca e na língua ao bebê-la, que pode ter sido por causa da erva-mate.

Segundo o site da cervejaria (www.bohemia.com.br) “a boa presença do malte e o teor alcoólico mais elevado da Caá-Yari combinam perfeitamente com pratos condimentados e queijos fortes”. Hoje em dia facilmente encontrada em bons supermercados, bares, restaurantes e na loja virtual da AMBEV (www.emporiodacerveja.com.br). Já experimentou a Caá-Yari? Gostou? Não gostou? Comenta no post sua sensação em ter degustado essa cerveja. Críticas, duvidas e sugestões são sempre bem vindos aqui no blog ou no e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br

Forte abraço a todos e boas cervejas!!! Cheers!!

Onde encontrei:

Wal – Mart

Valor: R$ 6,49

Cerveja Maredsous Blonde 6

MAREDSOUS 6 (2)

Cerveja Maredsous Blonde 6

Olá amigos cervejeiros, tudo bem com vocês??

Hoje voltamos a falar de cervejas belgas. Antes de aceitar o desafio de criar esse blog eu nunca tinha tido o prazer de degustar uma boa cerveja belga. E o sentimento que tenho é de arrependimento, a Bélgica tem uma carta de cervejas mais criativa que a Alemanha, terra de cervejas que tanto amo, os belgas utilizam ingredientes diferentes dos ingredientes básicos de uma cerveja alemã. Mas como nunca é tarde para conhecer e aprender das coisas boas da vida, eis que temos mais uma bela belga em nosso blog.

Estilo de cerveja que já falamos no post da Cerveja Urbana Gordelícia, a Blond Ale nasceu em resposta às cervejas Lagers. Pois, mesmo sendo uma cerveja de alta fermentação, é uma cerveja mais leve. Originalmente a Maredsous eram fabricadas pelo Monastério Beneditino de Maredsous, que foi fundada em 15 de Outubro de 1872, e um dos monges, filho de cervejeiro formulou uma cerveja especial para esse monastério. E em 1930 os monges de Maredsous começaram a produzir sua cerveja, e após a Segunda Guerra Mundial, passaram a produzir sua cerveja fora do monastério. Isso é algo tradicional na Bélgica, várias cervejas iniciaram com produção em monastérios ou abadias como, por exemplo, a Cerveja Leffe que já passou nesse blog, porém, atualmente, a Cerveja Maredsous é produzida sob licença pela Cervejaria Duvel Moortgat.

MAREDSOUS 6 (3)

Detalhes de sua espuma de cor branca que se dissipa rapidamente

Vendidas em garrafas de 330 ml (outra tradição belga, e acho essas garrafinhas muito bonitas) com 6,0 % de graduação alcoólica (o número 6 do nome é em relação à graduação alcoólica) é uma cerveja dourada mais puxada para o alaranjado, com média formação de espuma que com o tempo vai se dissolvendo até ficar um anel na borda da taça até o final. Com um belo aroma que às vezes lembra malte, outra se lembra de forma sutil canela é uma cerveja com uma boa carbonatação, sabor frutado de inicio mais adocicado e no final do gole sente-se um amargor mais pronunciado, uma cerveja equilibrada que não puxa mais para o adocicado ou para o amargo, durante o gole, os 6,0% de graduação alcoólica se fez presente, sente-se o álcool durante o gole. Uma cerveja prazerosa de se degustar que recomendo para quem ainda não experimentou provar sem medo!!!

Conforme pesquisei, essa cerveja harmoniza muito bem com a culinária belga (lógico né!!!) frango empanado e frutos do mar.

Hoje em dia ela é encontrada com bastante facilidade, em bares, lanchonetes e supermercados. Se você já experimentou a Cerveja Maredsous Blonde 6 me fala o que achou dela, se gostou ou se não gostou. Criticas, dúvidas, sugestões são sempre bem vindas tanto aqui no blog quanto no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br.

Forte abraço a todos, boas cervejas!! Cheers!!

Onde encontrei:

Wal – Mart

Valor: R$ 16,90

Cerveja Colorado Demoiselle

COLORADO DEMOISELLE (1)

Cerveja Colorado Demoiselle

Olá a todos, hoje voltaremos a falar de uma excelente cervejaria brasileira, a Colorado de Ribeirão Preto – SP, que mais uma vez nos brinda com uma bela cerveja.  Já falamos do estilo Pilsen com a Colorado Cauim, de uma bela IPA com a Colorado Indica, uma ótima Weiss com mel de laranjeira com a Colorado Appia, dessa vez vamos falar da Colorado Demoiselle, uma cerveja escura, do estilo Porter. Esse estilo geralmente é confundido com cervejas do estilo Stout, ambas são escuras e opacas, ambas tem origens britânicas.

Existem motivos para essa confusão, pesquisando a diferença de ambos os estilos, achei um excelente artigo no site Beerlife (www.beerlife.com.br) e ele fala que a diferença é muito sutil. O estilo Porter não foi “inventado”, e sim a consolidação de vários tipos de cervejas escuras, e elas receberam a denominação Porter, por isso, até hoje sua definição exata é um ponto de discussão. Por via de regra, as Porters são cervejas que variam de marrom escuro a preto, bastante cremosas, com características de malte tostado ou levemente torrado. E o estilo Stout, é um subestilo da Porter, no caso, Porters mais fortes e encorpadas eram vendidas com o nome de “Stout Porters”, e esse subestilo se desenvolveu tanto que se tornou um novo estilo. Então, teoricamente, a diferença entre uma Porter e uma Stout é que esta última é mais “forte”. O problema é que essa “força” é um conceito bastante subjetivo. Existe uma grande variação dentro tanto do estilo Porter quanto Stout, e com isso pode-se encontrar Stouts mais suaves que Porters. E é esse o caso das cervejas que falamos anteriormente do tipo Stout (Guinness, Luisiana e Amazon Beer Stout Açaí) quanto à cerveja que falaremos hoje.

COLORADO DEMOISELLE (3)

Espuma muito cremosa de cor bege claro

Enquanto algumas Stouts (Guinness e Luisiana) que falamos nesse blog anteriormente têm baixa graduação alcoólica (entre 4,0 e 4,56%), a Colorado Demoiselle tem 6,0% de graduação alcoólica. E como é tradição na Cervejaria Colorado, essa Porter um ingrediente que faz a diferença, além de malte de cevada tostada, lúpulo de boa qualidade, ela recebe uma generosa dose de café da Alta Mogiana, região onde fica a cidade de Ribeirão Preto, e conhecida pela qualidade de seu café. O café na receita e o nome Demoiselle são uma dupla homenagem a Santos Dumont: Sua família possuía fazendas de café na região da Alta Mogiana, e o Aeroplano Demoiselle foi criado em 1907 por Santos Dumont.

Cerveja vendida em garrafas de 600 ml e 310 ml, com belíssimo rótulo. Cerveja de cor preta opaca, com um aroma bastante agradável de cevada torrada e café, espuma muito cremosa na cor bege claro, sabor marcante de café torrado, impressão que dava que estava tomando um ótimo café com uma bebida alcoólica, bastante encorpada, e com boa carbonatação. Além do café, percebe-se o álcool no sabor, belíssima cerveja!!

COLORADO DEMOISELLE (5)

Detalhes do rótulo

Segundo o site da Cervejaria Colorado (www.cervejariacolorado.com.br), ela é uma excelente companhia para queijos de sabor forte, como por exemplo, o parmesão, frutas vermelhas e sobremesas.

Encontrada em supermercados ,bares e na loja virtual da AMBEV.Já experimentou a Colorado Demoiselle?? Gostou?? Não gostou?? Sua opinião é e será sempre bem vinda aqui no blog ou no e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br. Suas dúvidas, criticas e sugestões serão sempre bem vindas . Boas cervejas a todos.

Onde encontrei:

www.emporiodacerveja.com.br

Valor: R$ 14,90

Cerveja Eisenbahn Pilsen

EISENBAHN PILSEN (1)

Cerveja Eisenbahn Pilsen

Olá amigos cervejeiros, tudo bem com vocês??

Mesmo em férias eu faço questão de degustar boas cervejas, e nas idas e vindas conhecendo a cidade de Natal – RN, encontrei um lugar vendendo cervejas especiais. E a cervejaria que encontrei já passou pelo blog algumas vezes, estamos falando da Cervejaria Eisenbahn de Blumenau – SC. Nós já falamos da Eisenbahn Rauchbier e da Eisenbahn Kölsch, hoje é a Eisenbahn Pilsen a cerveja da vez.

EISENBAHN PILSEN (2)

Bela espuma branca que se dissipa rapidamente

A Eisenbahn Pilsen é uma ótima cerveja para quem ainda não conhece outras marcas além das populares que encontramos em todos os lugares, e com a vantagem de ser uma bela cerveja puro malte. Vendidas em garrafas de 355 ml, com 4,8% de graduação alcoólica, ela é uma cerveja de cor dourada límpida, com boa formação de espuma branca, mas que se dissipa rapidamente, e deixa uma leve película até o final do copo. Percebe-se o lúpulo e o malte tanto no aroma quanto no sabor, e mesmo sendo uma cerveja puro malte do estilo Pilsen, ela não tem um amargor tão pronunciado quanto, por exemplo, uma Pilsen tcheca, ou alemã. Ela é um pouco mais encorpada que uma cerveja de massa, com final seco e refrescante, ótima para enfrentar o calor da cidade de Natal.

Segundo o site da cervejaria (www.eisenbahn.com.br) ela harmoniza com peixes, mariscos, crustáceos, comida japonesa, salsichas, saladas e queijos macios de casca branca como por exemplo o brie, o camembert; e os semi-duros como o gruyère, emmenthal e gouda.EISENBAHN PILSEN (3)

Detalhes laterais do rótulo

E também segundo o site da cervejaria a Eisenbahn Pilsen é uma cerveja premiada com a Medalha de Bronze na Australian Internacional Beer Awards de 2009, e Medalha de Bronze no European Beer Star 2008 – Categoria Mild Beer, ou seja, realmente é uma cerveja de qualidade, algo que é a cara da Eisenbahn.

Se você já degustou essa cerveja, conta pra gente o que achou dela. Ou se você tem uma dúvida, crítica ou sugestão pode mandar aqui mesmo no blog ou no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br

Forte abraço a todos!! Boas cervejas!!

 

Cerveja Urbana Refrescadô de Safadeza

REFRESCADÔ DE SAFADEZA (4)

Cerveja Urbana Refrescadô de Safadeza

Olá amigos cervejeiros, tudo bem com vocês?

Hoje voltamos a falar de uma bela cervejaria artesanal brasileira, falamos da Cervejaria Urbana, do bairro do Jabaquara, São Paulo. No primeiro post sobre ela, falamos da cerveja Gordelícia, uma fabulosa Belgian Strong Ale, e comentamos sobre os nomes dos rótulos sensacionais que ela tem, e hoje falaremos de uma ótima cerveja com outro fantástico nome, feita pelo pessoal da Urbana, falaremos da Cerveja Urbana Refrescadô de Safadeza, uma Session IPA.

A Session IPA é um estilo criado para ser consumido em grandes quantidades, mas sem perder sua qualidade. Para isso elas possuem um teor alcoólico mais baixo que o normal e um corpo mais leve. No caso da cerveja Urbana Refrescadô de Safadeza, ela tem apenas 4,5% de teor alcoólico. Mas, o que tem de menos em álcool, tem muito em aroma, sabor e refrescância.

REFRESCADÔ DE SAFADEZA (6)

Belíssima cerveja, detalhes de sua espuma.

Vendidas em garrafas de 300 ml, ela é uma cerveja alaranjada, quase puxando para o vermelho de aspecto mais turvo. Ao abrir a garrafa, já percebi o quanto essa cerveja é perfumada, um delicioso cheiro dos lúpulos americanos que são usados para a fabricação da Refrescadô de Safadeza, aroma bastante herbal, espuma branca com boa formação, mas que se dissolveu rapidamente deixando apenas um anel nas bordas do copo. Ao beber uma bela explosão de sabor e amargor, no rótulo da cerveja consta que ela tem somente 18 de IBU, coisa que não acreditei, acho que ela é um pouco mais amarga. Isso de forma alguma é uma crítica, muito pelo contrário, quem procura uma IPA, ou uma Session IPA quer o que?? Uma cerveja saborosa e com bom amargor, coisa que a Refrescadô de Safadeza entrega com toda a certeza!! Além do amargor, foi perceptível o gosto de maracujá deixando essa cerveja ainda mais refrescante. E o mais interessante de tudo isso é que quanto mais a cerveja perdia o gelado, mais amarga e mais saborosa ela ficava.

REFRESCADÔ DE SAFADEZA (2)

Detalhes do rótulo.

Encontrada em bares, lojas especializadas em cervejas especiais e em lojas virtuais especializadas em boas cervejas. Já saboreou a Urbana Refrescadô de Safadeza?? Gostou dela?? Não gostou dela?? Deixa sua opinião sobre ela aqui no blog ou em nosso e-mail: bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br. Suas dúvidas, criticas e sugestões serão sempre bem vindas em nosso blog.

Um forte abraço a todos os amigos cervejeiros!! Boas cervejas!! Cheers!!

Onde encontrei:

www.yesbeer.com.br

Valor: R$ 17,90

Cerveja Baden Baden Weiss

BADEN BADEN WEISS 01

Cerveja Baden Baden Weiss

Olá a todos, hoje voltaremos a falar de uma excelente cervejaria brasileira, a Baden Baden de Campos do Jordão – SP, que mais uma vez nos brinda com uma bela cerveja. Primeiramente, falamos da Cerveja Baden Baden IPA, dessa vez vamos falar do tipo que sou suspeito de falar, pois é o estilo de cerveja que mais aprecio, vamos falar da Baden Baden Weiss, uma tradicional Cerveja de Trigo típica do sul da Alemanha.

BADEN BADEN WEISS 02

Detalhes de sua espuma branca e cremosa.

Como já foi comentado em outros posts de cervejas semelhantes, aqui temos uma cerveja de cor palha, turva pelo fato de ela não ser filtrada, com leveduras no fundo da garrafa, que ao servir, quase no final da garrafa, devemos dar uma leve sacudida no líquido para que essa levedura se dissolva no resto da cerveja e fazendo a diferença no sabor e no aroma da cerveja. Leve aroma de cravo e leve sabor de banana, que conforme comentado anteriormente (post da Cerveja Paulaner Dunkel) é normal ter esse aroma e sabor em uma cerveja com malte de trigo, espuma volumosa e persistente como uma boa cerveja de trigo tem que ter.

BADEN BADEN WEISS 03

Detalhes da parte de trás do rótulo.

Uma das melhores cervejas Weiss nacionais, que não deve em nada para as grandes Weiss alemãs, com 5,2% de graduação alcoólica, vendidas em garrafas de 600 ml, segundo o site da Baden Baden (www.badenbaden.com.br) combina muito bem com pratos apimentados, queijos e salsichas alemãs, todos eles fazendo a diferenciação de sabores fortes de seus pratos com o sabor suave da cerveja.

Encontrada em supermercados e bares. Experimente e nos fale qual foi sua opinião sobre essa cerveja. Dúvidas, criticas e sugestões, mande um e-mail para bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br, abraços e boas cervejas a todos, até mais!!!

Onde encontrei:

Hipermercados Sonda

Valor: R$ 13,90

 

Cerveja Karavelle Red Ale Hell

KARAVELLE RED ALE HELL

Cerveja Karavelle Red Ale Hell

Olá amigos cervejeiros, tudo bem com vocês??

Hoje voltaremos a falar de uma excelente cervejaria brasileira, a Karavelle de Indaiatuba – SP, que mais uma vez nos brinda com uma bela cerveja. Se antes nós falamos da cerveja Karavelle IPA, dessa vez vamos falar da Karavelle Red Ale.

Estilo de cerveja que já tinha sido comentado no blog no post sobre a cerveja Fifties Beer Red Ale, ela é uma cerveja do tipo Ale que é um tipo de cerveja que utiliza leveduras de alta fermentação, ou seja, ela funciona em temperaturas mais altas, com isso, ela é fermentada mais rapidamente e ocorre da cerveja ter um sabor frutado. Esse tipo é mais antigo, mais tradicional que o tipo Lager, que é conhecida como cerveja de baixa fermentação, ou seja, nesse caso as leveduras funcionam em temperaturas mais baixas, alguns exemplos desse tipo são a Pilsen e a American Lager. E os tipos de maltes que são utilizados pra fazer esse estilo de cerveja são responsáveis pela coloração avermelhada.

Vendida em garrafas de 600 ml com 4,5% de graduação alcoólica, tem coloração avermelhada, âmbar, com espuma cor bege com boa formação, e aroma que lembra o malte mais tostado, não se sente o aroma do lúpulo, coisa que é normal no estilo, mesmo não contendo trigo em sua formulação, seu aroma me lembrou cerveja Weizenbier Dunkel. Ao primeiro gole senti um gosto levemente amargo no inicio, mas o final do gole pouco adocicado, uma cerveja diferente, imaginava uma cerveja muito mais amarga, difícil de tomar pelo meu gosto, mas acabou sendo uma grata surpresa.

Essa cerveja foi um belo presente que a minha esposa, Eunice, me deu. Ela ao saber que resolvi enfrentar o desafio de escrever sobre cerveja, ela me dá todo o apoio e quando encontra alguma cerveja diferente ela traz como um presentinho e também material para poder compartilhar com vocês.

A Karavelle Red Ale combina muito bem com carnes em geral. Encontra-se essa bela cerveja em supermercados, lojas especializadas em cervejas especiais e bons bares. E aí, já experimentou a Karavelle Red Ale?? Gostou dela?? Não gostou dela?? Deixa sua opinião aqui no blog ou no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br. Críticas, dúvidas e sugestões serão sempre muito bem vindas aqui no blog.

Forte abraço e boas cervejas a todos!! Cheers!!

Onde encontrei:

www.cervejastore.com.br

Valor: R$ 14,99