Arquivos mensais: junho 2017

Cerveja Drakkar Mohawk American Pale Ale

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês??

Guerreiros!! Essa palavra define as pessoas por trás da cervejaria que acaba de desembarcar aqui no BMdC. Por que estamos afimando isso?? Abaixo explicaremos em detalhes sobre isso. De momento, apresento a amiga cervejeira e ao amigo cervejeiro que está lendo essa postagem a Cervejaria Drakkar, e a sua Drakkar Mohawk, uma bela American Pale Ale.

Cervejaria que vem da tradicionalíssima Mooca bello!!! A Cervejaria Mohawk está completando já 01 ano de mercado, e seu nome diferente tem a ver com a sua bela logomarca. De início Drakkar significa dragão em sueco, mas como as embracações vikings possuiam uma carranca de dragão na ponta de suas embarcações, elas passaram a se chamar Drakkar. Portanto, se você que está lendo essa postagem não tinha percebido, a logomarca é um barco viking. Lembra que tinhamos comentado que essa era uma cervejaria de guerreiros?? Pois é, mas não é só isso, tem mais por aí…

A Cervejaria Drakkar tem como proprietários Eduardo Lopes Viviani e Marco Antonio Bernardo Filho. Nós já tínhamos ouvido falar da Cervejaria Drakkar, porém, nunca tivemos a oportunidade de experimentar sua cerveja, e chegou a hora no dia que fomos prestigiar a Virada Cultural Cervejeira 2017, chegando lá, um frio da porra, e chuva, chegamos no stand da Cervejaria Drakkar, e vimos os três com uma alegria contagiante, com a Aline (esposa do Eduardo) fora do stand chamando quem passava para conhecer a Drakkar, nem ligando se estava frio e chovendo, ela lá fora e o Eduardo e o Marco Antônio lá dentro, atendendo a todos com uma baita atenção. Mas o que achamos mais foda de tudo isso foi a hora que a chuva começou a apertar, quem disse que a Aline quis voltar pra dentro do stand?? NADA DISSO, parecia que quanto mais chovia mais empolgada em trabalhar, de mostrar a marca da Drakkar aumentava. E lá dentro o Eduardo chamava ela e a Aline nem aí, chamando o pessoal pra provar de suas cervejas, e ele me comentou que esse era o estilo dela, que sempre ajudou demais aos amigos da Drakkar, e achamos tudo isso muito bacana, vimos uma galera entrosada, dedicada em divulgar a cultura cervejeira, realmente uma cervejaria de guerreiros, desde o nome até o espírito das pessoas que estão envolvidas nela.

A Drakkar Mohawk (pra quem não sabe, Mohawk é uma tribo guerreira, pois é, até nisso eles são guerreiros hehehe) é vendida em garrafas de 300 ml, 600 ml, e barris de 30l, com 5,7 % de graduação alcoólica e bons 50 IBUs de amargor. Cerveja de coloração dourada puxado para o alaranjado, a Drakkar Mohawk tem uma espuma branca de excelente formação e duração. No que se refere a aroma, ela tem um aroma frutado, que lembra manga, maracujá, com um detalhe sutil de herbal, aroma muito agradável. E como uma boa American Pale Ale seu sabor no início do gole é levemente adocicado, mas depois os 50 IBUs entram em cena deixando um amargor bastante agradável. Cerveja bastante refrescante, e que dá pra beber tranquilamente.

Opinião do BMdC sobre a Drakkar Mohawk: Uma cerveja excelente que mesmo com 50 IBUs (teoricamente uma quantidade de amargor relativamente alto) não assusta quem não está acostumado com cervejas mais amargas. Uma cerveja que dá pra beber tranquilamente. Muito gostosa, muito saborosa.

E como diz no próprio rótulo, a Drakkar Mohawk combina muito bem com hamburgueres e carnes em geral. E se você que está lendo essa postagem se interessou em beber essa bela cerveja e não sabe onde encontrar, acesse www.drakkarcervejaria.com.br que tem o campo “Onde Encontrar”, e se você que está lendo essa postagem é de São Paulo e região, visite a Casa Drakkar, fique de olho nas redes sociais da Drakkar para saber quando ela abre. A Casa Drakkar fica na Rua Puris, 210 na Mooca bello!!

E você que está lendo essa postagem, já bebeu a Drakkar Mohawk?? O que achou dela?? Gostou ou não gostou?? Fala pra gente tanto aqui no final da postagem quanto no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br

Saúde galera cervejeira, bora beber!!

Música e cerveja com Velhas Virgens no Golden Square Shopping

Pocket show faz parte das comemorações de um ano da Ressacaria Cervejas Especiais

Lund Holz ganha versão colaborativa com a portuguesa Post Scriptum Brewery

Edição sazonal da festejada cerveja de guarda da Lund, produzida no estilo English Barleywine com seis tipos de malte, chips de carvalho e uvas passas na fábrica de Ribeirão Preto, será disponibilizada aos estados de São Paulo,Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina e Brasília, em garrafas de 600 ml.

 

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês??

Dá só uma olhada em mais uma baita novidade que a Cervejaria Lund traz para os amantes de boas cervejas!!

A Cervejaria Lund, de Ribeirão Preto, lança neste mês de junho novo lote da sua sazonal de inverno Lund Holz. Produzida no estilo English Barleywine é fruto de uma parceria com a portuguesa Post Scriptum Brewery, da cidade de Trofa, localizada no distrito de Porto.

O rótulo traz em sua composição seis tipos de malte (Pilsen, Munich II, Melanoidina, Carahell, Carafa III e Carapils), chips de carvalho, uísque e uva passa em brassagem inédita entre os cervejeiros Evandro Zanini, da Cervejaria Lund, e Pedro Sousa, da Post Scriptum, realizada na fábrica de Ribeirão Preto em março deste ano.

 A cerveja de guarda foi maturada por três meses e apresenta corpo médio para alto, aroma com nuances de madeira, em cor marrom escuro, espuma bege claro e boa percepção de tosta de malte e álcool em evidência, ideal para ser degustada na estação com um cordeiro assado, faisão, porções condimentadas, massas com molho vermelho e sobremesas à base de chocolate amargo.

Com edição limitada a 1200 litros, a colaborativa será disponibilizada aos estados de São Paulo (Capital, Interior e Vale), Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina e Brasília, em versão chope e garrafa de 600 ml, com preço sugerido de R$ 39,90.

O lançamento dessa bela cerveja será no dia 28/06, e aqui em São Paulo, os estabelecimentos que estarão com o chope engatado aguardando os amantes por boas cervejas são:

Empório Alto dos Pinheiros (EAP)

Choperia São Paulo

Cerveja Artesanal São Paulo (CASP)

Lira Bar

Santa Inês Tap House

São Paulo Tap House (SPTH)

Birraria

Rockwheels

Espaço 13

Fabrica 75

As garrafas chegam cheias de charme, com rótulos assinados pelos mestre cervejeiros Evandro Zanini, da Lund, e Pedro Sousa, da Post Scriptum, e detalhe em cera negra no topo, lembrando a essência de uma verdadeira cerveja de guarda.

Vendas on line também poderão ser feitas através do próprio site da cervejaria: www.cervejarialund.com.br

Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, com a Academia Barbante de Cerveja, Bier & Wein e Paulistânia, realizará o Curso introdução ao mundo da cerveja! Dias 28 e 29/07 na Academia Barbante de Cerveja

Olá galera cervejeira!! Tudo bem com vocês??

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, em parceria com a Academia Barbante de Cerveja, Bier & Wein e Paulistânia, está realizando o Curso introdução ao mundo da cerveja / Fabricação com foco na Escola Alemã!

Sobre o Curso

O objetivo do curso é qualificar o conhecimento do processo utilizado na produção de cerveja, desde a obtenção da matéria-prima até a finalização do produto, capacitando os participantes a identificarem as tecnologias, as embalagens e os demais insumos mais adequados ao processamento higiênico, ao menor desperdício e ao armazenamento seguro.

Conteúdo Abordado

· História da cerveja

· Matérias-primas

· Processo de produção

· Equipamentos

· Sanitização

· Famílias de Fermentação

· Introdução as escolas cervejeiras (Foco escola alemã)

· Principais estilos

· Elaboração de receita

Onde e Quando?

28 de julho (sexta-feira) –  das 18h00 às 23h30 e 29 de julho (sábado) –  das 08h00 às 16h30 Carga Horária: 12 horas

Local: Academia Barbante de Cerveja Av. Eng. Eusébio Stevaux, 1469 – Jurubatuba,          São Paulo – SP

Instrutor

Wilson Júnior, possui mestrado em tecnologia cervejeira pelo SIEBEL Institute of Tecnology e atua no mercado de cervejas há mais de 34 anos. Atualmente é diretor técnico na JR Cervejaria Escola. Atuou em empresas do mercado alimentício como: Brasilkirin (Schincariol), Ambev e Cervejaria Conti. Também é instrutor de cursos voltados para a produção de cervejas artesanais em instituições de ensino como Academia Barbante de Cerveja, SENAI, SESI e SENAC.

O Que Está Incluso?

· Material didático / Insumos

· Apostila

· Coffee Break

· Certificado

Investimento

R$445,00 (por aluno)

Contato Para Inscrição

Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha

Leandro Balabanian Telefone:  (11) 5187-5148  | E-mail: mambiente@ahkbrasil.com

Cerveja Schornstein Soul

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês??

Bora falar novamente de uma cervejaria que passou por aqui recentemente, e que lançou duas novas cervejas. Pois bem, já falamos de uma, agora chegou a hora de falar do outro lançamento. A cervejaria em questão é a Schornstein, o lançamento que falamos anteriormente foi a sua espetacular Schornstein Imperial IPA, agora é hora de falar da Schornstein Soul, uma cerveja do estilo Light Lager, muito, mas muuuito leve, que chegou aqui graças aos amigos da BEER_HOME.

Conforme foi comentado nas postagens anteriores falando sobre a Cervejaria Schornstein , vimos no site da cervejaria (www.schornstein.com.br) que a Cervejaria Schornstein foi fundada em Junho de 2006 na cidade de Pomerode – SC, sediada em um charmoso prédio tombado pelo patrimônio histórico e que tem uma bela chaminé de 30 metros de altura feita de tijolos maciços artesanais. E é essa chaminé que batiza o nome da cervejaria, pois em alemão, Schornstein significa chaminé. E em 2010, a Schornstein expandiu seus domínios inaugurando uma unidade na cidade de Holambra – SP. Essa cervejaria está instalada em um prédio com características holandesas, que segue o padrão arquitetônico local e produz todos os tipos de chope da cervejaria e também cinco tipos de cervejas em garrafas.

A Schornstein Soul é vendida em latas de 350 ml, com apenas 3,5% de graduação alcoólica, e apenas 08 IBUs de amargor (oito!!), a Schornstein Soul é uma cerveja de coloração amarelo palha límpido, com espuma branca de boa formação e pouca duração. Suavidade é a palavra que melhor define as características sensoriais da Schornstein Soul, pois ela tem um aroma bastante suave do malte, e seu sabor também tem muita suavidade, o amargor simplesmente não existe nem no início e nem no final do gole, ao contrário, é uma cerveja de sabor bem adocicado. Uma coisa interessante nessa cerveja é o seu ótimo preço, pois quem está lendo essa postagem consegue encontrar facilmente por R$ 6,00 a lata, ou até menos!

Opinião do BMdC sobre a Schornstein Soul: Como temos liberdade de falar o que entendemos sobre qualquer cerveja, podemos falar com tranquilidade que, se você é daquelas pessoas que procuram uma cerveja de sabor e amargor intenso, FUJA DESSA CERVEJA. Cerveja mais direcionada para pessoas que gostam de um sabor mais suave, e que querem beber em grandes quantidades (apenas 3,5% de graduação alcoólica) sem correr risco de ficar bem alegre hehehehehe. E podemos falar com toda a tranquilidade que a Schornstein em seus dois lançamentos atingiram os dois limites: com a Schornstein Imperial IPA, uma cerveja muito intensa, com amargor destacado, aroma sensacional; e com a Schornstein Soul, temos uma cerveja extremamente suave, que tem um grande público interessado nesse estilo de cerveja.

A Schornstein Soul é vendida em boas lojas de cervejas tanto físicas quanto on-line. A nossa veio pelos amigos da BEER_HOME. E aguarde, pois em breve temos uma novidade bombástica falando sobre a BEER_HOME, que a galera cervejeira não perde por esperar. Acompanhe o BMdC que em breve contaremos pra você amiga cervejeira e amigo cervejeiro.

Saúde galera cervejeira, e bora beber!!

Cerveja Clandestina Saison Caju

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês??

Hoje é dia que estamos muito felizes, pois voltaremos a falar de uma cervejaria que agradou e muito aos paladares daqui do BMdC. Estamos falando da Clandestina Beer, uma cervejaria que une panelas, experimentos de novos estilos e ingredientes, e muito, muito coração. Se na primeira postagem falamos da Clandestina Black IPA, uma cerveja forte, amarga, intensa, hoje vamos partir pro outro extremo com a Clandestina Saison Cajú, uma cerveja suave, delicada, mas igualmente deliciosa.

Como comentamos na postagem da Clandestina Black IPA, a Clandestina Beer nos foi apresentada por um grande amigo e conhecedor de cervejas, o Diego do Instagram @vaiumabrejaai, ele tem amizade com o dono, e sempre falando bem de suas cervejas, fizemos questão de experimentar uma, e nesse meio tempo tivemos a honra de conhecer pessoalmente o Renato Neto , e podemos ter a honra de dizer que o grande Neto é um grande amigo do BMdC.

E da mesma forma que fizemos na postagem da Clandestina Black IPA, deixaremos a apresentação da Clandestina Beer com quem conhece ela melhor que ninguém, Fala aí Neto!

“A Clandestina Beer começou em Agosto de 2015 com uma pequena produção em um apartamento, hoje somos quatro amigos que buscam “atravessar fronteiras” com novos sabores, ideias e cervejas!!
Buscamos sempre fazer cervejas diferentes, mostrar que cerveja não é só uma. Somos artesanais e isso não nos impede de criar!!
Espero que possamos chegar a cada um que queira uma nova experiência”. 

Vendidas em garrafas de 600 ml, com 7,3 % de graduação alcoólica, e apenas 23,5 IBUs (observe como o Neto é detalhista!! Não deixa de lado nem o 0,5 de IBU, sensacional), outra coisa que chama a atenção logo de cara nas cervejas da Clandestina Beer é o seu rótulo ou ausência dele. Na realidade seu rótulo é uma sacada genial em que ele tem como referencia não apenas as cervejas, e sim todas as bebidas alcoólicas que eram vendidas durante a Lei Seca nos Estados Unidos, e também porque até hoje nos EUA não se pode andar na rua com uma garrafa ou lata de bebida alcoólica a mostra, se não, você será convidado a visitar o xilindró. Então, quem curte beber na rua anda com sua garrafa de bebida escondida num saquinho de papel. Ao abrir a garrafa, vimos descer no copo um líquido dourado cristalino e muito brilhante juntamente com uma espuma cremosa branca lindíssima. Seu aroma de início é bem puxado para o malte, mas o caju que está presente na receita logo começa a dar suas caras. Coisa que acontece igualmente com seu sabor, um sabor adocicado muito agradável de início lembrando o malte, e depois o caju vai crescendo no sabor, com aquele paladar mais “amarrado” do caju dominando o sabor no final da garrafa. Uma cerveja que ao mesmo tempo é complexa (pelo fato de mudar seu aroma e sabor no decorrer da garrafa) e fácil de beber.

Opinião do BMdC sobre a Clandestina Saison Caju: Mais uma vez o nosso amigo Neto acertou em cheio na escolha do estilo e no ingrediente diferenciado para deixar essa cerveja muito gostosa, daquelas cervejas que dão pra beber durante todo o dia sem enjoar, excelente mesmo!!

E pra quem tá lendo essa postagem, gostou do que leu, e quer experientar essa cerveja monumental, no momento, a melhor maneira é falando diretamente na página do Instagram @clandestinabeer, ou no Facebook www.facebook.com/clandesbeer/?fref=ts. E você que já experimentou essa beleza de cerveja, gostou da Clandestina Saison Caju? Não gostou? Manda pra gente sua opinião tanto aqui no post quanto no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br.

Saúde galera cervejeira, e bora beber!!

Inauguração da Cervejaria Campinas Tap House

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês??

A Cervejaria Campinas está com uma excelente novidade!! Além de beber suas premiadas cervejas dentro da cervejaria, agora você de Campinas e região poderá beber elas também no novo  Cervejaria Campinas Tap House.

E nós do BMdC convidamos toda galera cervejeira para a inauguração que vai rolar nesse sábado, 24/06. Além de 12 (doze!!) estilos diferentes de cerveja, você também poderá comer um delicioso rango do Food Truck Gullygers.

Agora a Cervejaria Campinas está ainda mais pertinho de você!!

Saúde galera cervejeira e bora beber belas cervejas na Cervejaria Campinas Tap House!!

Qual Evento? Inauguração da Cervejaria Campinas Tap House

Quando? 24 de Junho (sábado)

Onde? Rua Paula Bueno, 664 – Taquaral, Campinas – SP.

 

66% da população do Sul do país consome frutas mais de quatro vezes por semana

De cima pra baixo: Cajú, Uvaia, Graviola, Amora-do-mato, Cereja do Rio Grande e Grumixama – frutas escolhidas pela Cervejaria Colorado para abrilhantar suas novas cervejas.
Olá galera cervejeira!! Tudo bem com vocês?? Não, não se assuste com o título dessa postagem, o BMdC não virou um blog de frutas hehehehehehe, confie na gente, e continue lendo que você amiga cervejeira e amigo cervejeiro vão entender onde vamos chegar!!
  • Pesquisa da Cervejaria Colorado, desenvolvida pelo Instituto Qualibest, mostra que 90% das pessoas consomem frutas apenas ‘in natura’, enquanto 30% das frutas nem chegam ao ponto de venda por não estarem esteticamente perfeitas.

  • Levantamento faz parte do da campanha “Sabor é Cego” criado pela marca para provocar a população a um novo olhar para esse alimento e combater o desperdício

Uma pesquisa online realizada pelo Instituto Qualibest, em âmbito nacional, revelou a percepção das pessoas em relação ao consumo de frutas no país. Na região Sul, por exemplo, 66% dos respondentes declaram consumir frutas mais de quatro vezes por semana, mas o primeiro requisito de escolha para compra não é o sabor: é a aparência. 89% dos respondentes optam por frutas esteticamente perfeitas, por acreditarem que isso mostra qualidade e padrão.

Outro importante insight mostrou que a população brasileira tem pouco conhecimento sobre frutas nativas e consomem com mais frequência as tradicionais bananas, maçãs, peras e abacaxis.

A pesquisa ainda mostra que supermercados e hipermercados são o principal local de compras de frutas, e quando há a possibilidade de comprar direto do produtor, o critério qualidade e padrão é mantido.

Exemplos de sabores menos conhecidos são algumas das frutas usadas nas novas cervejas da Colorado, uma das pioneiras em cerveja artesanal no país, que traz uma linha de cervejas frutadas com caju, uvaia, graviola e frutas vermelhas brasileiras (amora-do-mato; cereja-do-rio-grande e grumixama).

Caju:  seu cultivo é muito comum no nordeste do Brasil e está entre as frutas nativas mais conhecidas. Sua colheita é realizada de agosto a janeiro. E da mistura de uma White IPA com o caju, a Colorado criou a cerveja Nassau (nome em homenagem a Mauricio de Nassau).

Uvaia: mais frequente no sul do país, é muito cultivada em pomares domésticos. De aparência alaranjada e aveludada, tem sabor suave e é rica em vitamina C, frutifica de setembro a janeiro. É usada na receita da Colorado para uma Session IPA, e é chamada de Eugênia, nome científico da Uvaia.

Graviola: ainda considerada nativa mesoamericana, foi adotada em terras tropicais. Podendo pesar até oito quilos, tem sabor agridoce e toque cítrico. Sua colheita é feita de dezembro a abril. A Cervejaria casou a maciez da Cream Ale com o agridoce da graviola e nasceu a Murica, uma homenagem ao nome científico da Graviola, Annona muricata.

Frutas vermelhas brasileiras: a união da amora-do-mato, cereja-do-rio-grande e grumixama, frutinhas de coloração que varia de vermelho para roxo-escuro, vermelho para negro, são comuns em quintais brasileiros, apesar de muito desconhecida pelos respondentes da pesquisa. Frutificam de outubro a dezembro, sendo a grumixama mais rara e de colheita possível de novembro a dezembro. Foram misturadas pela Colorado para criar a Fruit Beer Rosália, que recebe esse nome pelo consumidor mais assíduo do alimento, o mico-leão-dourado, ou Leontopithecus rosalia.

Novas cervejas frutadas da Colorado

Sobre a Cervejaria Colorado

Desde sua fundação, em 1996, a Cervejaria Colorado vem misturando os mais legítimos sabores brasileiros. O malte e o lúpulo rigorosamente selecionados são combinados com ingredientes especiais, escolhidos a dedo, como café, rapadura, mandioca e mel, formando sabores inusitados e mundialmente brasileiros. Junto com tudo isso, adicionamos uma boa dose de ousadia, originalidade, colaboração e tradição da cerveja artesanal. Tudo isso faz dos rótulos da Cervejaria Colorado premiados no mundo inteiro.

A receita do sucesso é não ter receita pronta. É acreditar nos sabores e na identidade brasileira para produzir cervejas interessantes, emocionantes e deliciosas como o Brasil

Desde que surgiu, a marca traz um toque de brasilidade em suas cervejas. Água, malte, lúpulo e levedura ganham diversas releituras, inspiradas na diversidade de ingredientes que o Brasil possui. E é seguindo essa lógica que a Colorado buscou na biodiversidade do país frutas para sua nova linha de cervejas e despertou para a questão das frutas brasileiras, representantes da biodiversidade do país e que são, praticamente, esquecidas e desperdiçadas. Tanto que 30% das frutas nem chegam ao ponto de venda por causa de sua aparência e 92% das pessoas as consomem apenas in natura, não aproveitando outras utilizações como receitas de geleias, sucos, bolos e até cervejas.

A Colorado então decidiu convidar as pessoas para outra visão das frutas, mostrando que todas elas têm potencial e sabor. As feias, as bonitas, as que ninguém conhece. E criou “O Sabor é Cego”, uma grande iniciativa para que mais pessoas entendam a importância das frutas e valorizem a nossa biodiversidade. Vídeos online, posts, ações de rua e até uma plataforma de crowdfunding fazem parte da iniciativa, convidando o consumidor a apoiar, junto com a marca,  pequenos produtores e projetos que priorizam frutas.

Conheça mais em www.facebook.com/cervejariacolorado/

 

Chopes artesanais são opções para cervejeiros aumentarem a rentabilidade do negócio

Os chopes especiais seguem em ritmo de crescimento e cada vez mais conquistam os paladares mais exigentes. Para driblar a crise, fugir da produção caseira e investir no consumo ainda maior, cervejeiros apostam na criação de novos sabores, que carregam características específicas da marca.

A produção em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina ganhou força nos últimos dois anos quando a busca e o número de consumidores aumentou bastante. Os chopes especiais para a cervejaria Dalla, por exemplo, representam um aumento de 15% no total das vendas. “O aumento é lento, porém constante, esse tipo de consumo acontece aos poucos pois é uma nova tendência, o chope pilsen sempre vai ser o mais consumido”, explica o empresário Braulio Dalla Vecchia.

A boa notícia é que o consumidor tem, agora, à sua disposição uma variedade de sabores e estilos nunca antes imaginado. Chope com aromas dos mais variados como a no estilo Dry Stout, um tipo de chope com intenso aroma de café que seca no paladar, ou para os dias mais frios um chope no estilo Munich Dunkel mais escuro, especial de inverno e com notas de tostado e melhor ainda, para os apaixonados por bananas o recomendado é o chope Weiss, o chope de trigo, com aromas de banana e canela que proporciona um sabor clássico da cerveja de trigo alemã.

Com uma infinidade de combinações, o chope artesanal pode ser testado e criado a cada nova experiência. Diferente do chope comercial e produzido em larga escala, o objetivo das artesanais não é o lucro em si, ou fazer com que o maior número de pessoas compre o produto, mas sim ter uma característica própria e uma personalidade única, sempre utilizando os melhores insumos.

Novidades na Maniacs Brewing Co. – Lançamento das Cervejas Maniacs NITRO e presença no Mondial de la Bière no Canadá

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês?? Hoje é dia de falarmos de uma cervejaria que há pouco tempo está no mercado, mas já está dando o que falar: estamos falando da Maniacs Brewing Co. E quando afirmamos que ela está dando o que falar, acredite, é verdade, pois nessas últimas semanas, surgiram duas belas novidades sobre a Maniacs: o lançamento de sua linha de cervejas com adição de nitrogênio (está é a primeira vez que uma linha completa de cervejas com adição de nitrogênio é lançada no Brasil) e a presença da Maniacs  no Mondial de la Bière no Canadá, representando nosso país nesse que é um dos festivais cervejeiros mais famosos do mundo.
Antes de falarmos dessas novidades, bora falar um pouquinho sobre a história da Maniacs Brewing Co. Ela iniciou suas atividades no Brasil no início de 2016, mas desde 2005 a equipe executiva da Maniacs está no mercado de cervejas artesanais, participando do nascimento e consolidação de diversas marcas no Brasil, até atingir a maturidade para lançar a sua marca própria, a Maniacs Brewing Co.
Linha Maniacs NITRO

Sabe aquele receio que a gente fica muitas vezes de ter agitado a lata da cerveja durante o transporte e ela explodir na hora de abrir? Com o lançamento da Maniacs Brewing Co. será diferente. A lata não apenas pode, como deve agitar. A novidade da marca é a linha MANIACS NITRO, que convida os apreciadores de cerveja a agitar a lata antes de abrir. As cervejas contém nitrogênio e, ao agitar, o gás é reincorporado à bebida gelada, proporcionando uma espuma cremosa. Disponível em três versões, Stout, Red e IPA, elas chegam para aumentar a família da Maniacs Brewing Co. e começam a chegar aos Pontos de Venda agora no começo de junho.

As cervejas da linha MANIACS NITRO proporcionam uma experiência diferente. Após agitar a lata de cerveja e despejá-la por inteiro no copo, pequenas bolhas de nitrogênio se formam lentamente, de baixo para cima, e rapidamente compõem um colarinho espesso, cremoso e duradouro. “Os lançamentos Maniacs contam com o inovador envase com nitrogênio líquido e uma baixa concentração de CO2. O resultado é um belo efeito visual, com a formação de uma cascata de cerveja que vai, aos poucos, se separando em líquido e colarinho. Na boca a sensação é de uma cerveja muito mais cremosa do que o consumidor está habituado”, explica Iron Mendes, CEO da Maniacs.

As cervejas estarão disponíveis exclusivamente em latas. A embalagem permite isolar totalmente da luz, conservando a cerveja fresca por mais tempo. “Cervejas envasadas com nitrogênio estão no mundo todo relacionadas às latas e isso reforça a comunicação junto ao consumidor final. Nossa experiência pioneira de vender cervejas de alta qualidade em latas é extremamente positiva, especialmente em canais de Autosserviço. Estamos convictos de que serão um sucesso em todos os pontos de venda com esse perfil”, revela Marco Aurélio Koch, gerente nacional da BeerManiacs.

A distribuição será nacional e inclui também as exclusivas Cooler Box. A inovadora caixa da Maniacs, que comporta 12 latinhas, se transforma em cooler e mantém as cervejas geladas por várias horas, além de auxiliar no transporte.

Conheça as novas Maniacs Nitro

A Maniacs Nitro Stout é uma cerveja seca e escura, de 5,1% ABV e notas tostadas no aroma e sabor. Um líquido marcante, mas leve e com alta drinkability. A Maniacs Nitro Red é avermelhada, com 5,4% ABV e notas de malte e caramelo. Um final seco e boa lupulagem completam o conjunto. E a Maniacs Nitro IPA vem com uma carga ainda mais marcante de lúpulos norte-americanos e com 6% ABV. Une alta drinkability, bom corpo e muita pegada no amargor.

Em apenas um ano de lançamento da Maniacs Brewing Co., a marca comemora o aumento no portfólio de produtos. “Foi um ano muito bom. Nos estabelecemos como marca, estamos presentes nos mais importantes bares, restaurantes e empórios, além de supermercados, disseminando a cultura de boas cervejas artesanais a preços competitivos”, finaliza Mendes.

Maniacs Brewing Co. no Mondial de la Bière

De 14 a 18 de junho, no Palais des Congrès, em Montreal, no Canadá, acontece o Mondial de la bière. Durante os cinco dias do evento são esperadas mais de 160 mil pessoas no espaço, interessadas em conhecer, degustar e comprar alguns dos mais de 500 produtos disponíveis. No total serão 90 cervejarias e 468 rótulos, entre eles, 250 cervejas que nunca estiveram disponíveis no Mondial de la bière. A Maniacs Brewing Co. será uma das cervejarias a representar o Brasil com as cervejas Maniacs Pilsen e Maniacs IPA – já consolidadas no mercado nacional – e que estarão disponíveis para degustação no Petit Pub.
O festival oferece também tour com guias, diversas opções gastronômicas, música ao vivo, workshops e claro, cervejas de todas as Américas. Todo evento é idealizado para que os admiradores de cervejas, tanto iniciantes quanto sommeliers, possam aproveitar ao máximo, oferecendo inclusive a interação do público com alguns dos maiores nomes da indústria cervejeira mundial.
Saúde galera cervejeira, e bora beber!!