Cerveja Mediterrânea Kentucky

2 de novembro de 2015 8 Por blogmundodacerveja

CERVEJA MEDITERRANEA KENTUCKY

CERVEJA MEDITERRÂNEA KENTUCKY

Olá a todos, a cerveja que falaremos hoje conheci de uma forma bastante interessante. Esse blog é jovem, nem tem 02 meses de vida. Além do blog, resolvemos fazer uma página no Facebook (clique aqui), e outra página no Instagram (@blogmundodacerveja). Pois no Instagram, acabamos conhecendo muita gente que curte boas cervejas e também muitas cervejarias artesanais, algumas nem conhecíamos, e entre elas conhecemos a Cervejaria Mediterrânea, da cidade de Estiva Gerbi – SP. Conversando com o pessoal da cervejaria, recebemos sua linha de cervejas, e hoje teremos o prazer de falar da Cerveja Mediterrânea Kentucky.

Essa cervejaria tem como característica principal, que faz dela algo único no mundo é a utilização de folhas de oliva na composição de toda sua linha de cervejas. E qual o motivo de utilizá-las? Segundo o site da cervejaria (www.cervejamediterranea.com) “o intuito não é passar o sabor do azeite, a folha não tem a ver com o azeite e sim com o amargor da cerveja, nunca foi idéia da Cervejaria Mediterrânea fazer uma cerveja com o sabor do azeite, e sim fazer uma sinergia entre os amargores das folhas de oliveira aos amargores do lúpulo”.

Outra característica interessante é que todas as cervejas da Mediterrânea têm nomes de estados americanos. Além da Kentucky, temos a Mississippi, Luisiana, Missouri e Iowa. O motivo desses nomes é uma homenagem a cultura de inovação em cervejas daquele país, algo que a Mediterrânea também tem, por conta da utilização das folhas de oliva.

A Cerveja Mediterrânea Kentucky é uma Scottish Heavy, cerveja do estilo Ale, aquelas famosas cervejas que utilizam leveduras de alta fermentação, como por exemplo, uma Weissbier, as famosas cervejas de trigo, vendidas em garrafas de 300 ml, com graduação alcoólica relativamente baixa (3,58%).

Confesso que ao abrir a garrafa, senti um leve cheiro de azeite, mas acredito que pode ter sido coisa da minha cabeça por saber da utilização das folhas de oliva, espuma abundante, densa, e com longa duração. Gostei muito da sua coloração, um amarelado turvo, que lembra demais uma cerveja de trigo. E na minha opinião, outra coisa lembrou trigo nessa cerveja, após beber alguns goles, seu aroma remete bastante a um cheiro de banana e cravo, só que com um amargor mais pronunciado (no rótulo da garrafa consta 25 IBU, essa sigla significa o índice de amargor de uma cerveja, que vai de 0 a 120) no final do gole fica um amargo ainda mais pronunciado, como dizem as pessoas que conhecem cerveja, um final longo e amargo.

Sinceramente, logo quando conheci a cerveja e sua proposta, imaginava que fosse gostar ao saborear, mas me surpreendi positivamente, gostei muito e em breve estaremos postando sobre as outras cervejas.

Se você que está lendo essa postagem e se interessar em saborear essa cerveja acesse o site (www.cervejamediterranea.com), eles entregam para todo o Brasil, se você mora em São Paulo, pode encontrá-la no Emporio Alto de Pinheiros, referencia cervejeira em São Paulo. E se já experimentou e quer fazer um comentário, uma crítica ou uma sugestão, fique a vontade, tanto aqui na página quanto no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br . Boas cervejas a todos!