Resenha Cervejeira – Cerveja Daoravida Labirintite Sour Tripel

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês? 

Bora falar de novidade? Bora falar de lançamento de uma ótima cerveja? Então bora falar do mais novo lançamento da Cervejaria Daoravida, que (para nossa alegria) ultimamente é presença constante aqui no BMdC. Se anteriormente já falamos sobre a história da Daoravida, além disso, falamos sobre outra cerveja que foi lançada recentemente a Daoravida Akayá, e também falamos de um clássico das cervejas artesanais, a Daoravida {78}, agora abrimos as portas do BMdC para a chegada da Daoravida Labirintite Sour Tripel, cerveja com a inclusão do ácido umbú, deixando essa cerveja muito especial. 

Já comentamos anteriormente sobre a história da Daoravida, e nela comentamos que ela foi criada por Wagner Falci e Michele Gimenez, casal apaixonado por cervejas, e lançada oficialmente em novembro de 2015 pelo clube de cervejas Hop Hunters. Mas antes do lançamento oficial a Daoravida já fazia barulho, pois já em 2013, eles começaram a fazer cerveja em um apartamento de 50 metros quadrados, e tiveram a bela surpresa de saber que a bebida fazia muito sucesso entre seus amigos e colegas, com isso, o casal passou a produzir com mais frequência em uma casa maior que pertencia a família Stênico, amigos que, além de disponibilizarem o local, passaram a ajudar na produção. Atualmente, a Daoravida é uma cervejaria por contrato, mais conhecida como cervejaria cigana, e produz cerca de 5 mil litros de cerveja por mês.  

Há alguns dias atrás, falamos sobre os novos lançamentos da Daoravida para este verão, além da Labirintite Sour, a Uruvaia, uma Brazilian Juicy IPA com lichia (que em breve estará aqui), e nessa postagem falamos que ela é uma nova versão da já conhecida Labirintite, contendo menos álcool, com adição de Umbu em uma releitura Sour do estilo Tripel. “Toda cerveja tem uma história em particular. A Labirintite foi produzida nas panelas caseiras pela primeira vez em 2013 pela Michele com a minha assistência por telefone, quando precisei ir às pressas para o hospital acompanhar minha mãe, que estava com crises de labirintite. Agora, resolvemos dar uma variação mais refrescante para o verão”, comenta Wagner Falci. 

A Daoravida Labirintite Sour Tripel é vendida em latas com um belíssimo rótulo, com 473 ml de beleza e simpatia, 4,9% de graduação alcoólica e apenas 4,4 IBUs (lembrando que IBU significa International Bitterness Unit, ou Unidades Internacionais de Amargor, que varia de 0 a 120, sendo que quanto maior o número, mais amarga a cerveja, ou seja, a Daoravida Labirintite Sour Tripel tem praticamente nenhum amargor). Cerveja de coloração amarela bem opaca, levemente turva, com espuma branca de boa formação e fraca duração. Seu aroma já mostra o cartão de visitas do elemento Sour (azedo) na cerveja, confesso que não conhecemos o aroma e o sabor da fruta umbu, mas é totalmente perceptível o frutado com o azedo no aroma, algo muito gostoso, muito agradável. E lá no fundo, foi percebido o aroma que lembra uma Tripel mostrando que essa cerveja tem sangue de Tripel, não esquecendo suas raízes. No sabor, muito sabor de fruta, e uma substituição: sai o amargor (também, com apenas 4,4 IBUs) e entra o ácido. Para quem não está acostumado, é certeza que após tomar um gole dessa cerveja, irá fazer uma bela careta, mas essa careta será momentânea, e logo a pessoa irá se acostumar a essa bela cerveja. 

Opinião do BMdC sobre a Daoravida Labirintite Sour Tripel: Uma cerveja que tem a cara do verão, aroma muito frutado com uma junção de acidez com o azedo que traz muita refrescância. Uma cerveja maravilhosa para beber numa praia, num rio, num bar com os amigos. 

A Daoravida Labirintite Sour Tripel é encontrada nas melhores lojas de cervejas tanto físicas quanto on-line. E você que está lendo essa postagem, já experimentou a Daoravida Labirintite Sour Tripel?? O que achou dela?? Gostou ou não gostou?? Fala pra gente tanto aqui no final do post quanto no nosso e-mail bebacomagente@blogmundodacerveja.com.br.    

Saúde galera cervejeira, e bora beber!    

2 comentários sobre “Resenha Cervejeira – Cerveja Daoravida Labirintite Sour Tripel

  1. Legal, ainda não tomei nenhuma Sour, mas passo dizer com propriedade que labirintite é muito ruim hahaha. Bela história, parabéns e muuuito sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *