Resenha Cervejeira: Augustinus Ka’Kau e Black Mamba são ótimas opções de harmonização com chocolate nessa Páscoa

Resenha Cervejeira: Augustinus Ka’Kau e Black Mamba são ótimas opções de harmonização com chocolate nessa Páscoa

15 de abril de 2019 0 Por blogmundodacerveja

Por: Pedro Freitas

 

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês?? 

Chegou um dos dias mais aguardados do ano, o Domingo de Páscoa. Dia de reunir a família, com uma mesa farta, muita comida e bebida, e principalmente a hora de saborear maravilhosos ovos de Páscoa. E se tem um doce, uma sobremesa que combina muito bem com cerveja é o chocolate. Mas olha, não é qualquer cerveja que harmoniza com chocolate, não pense em beber aquelas cervejas conhecidas que vendem em tudo quanto é mercado e tente harmonizar com os ovos de chocolate que o resultado não será bom. Para um bom chocolate, o indicado são cervejas escuras, e um dos estilos que combinam muito bem é a famosa Russian Imperial Stout, ou RIS para os íntimos. E uma das cervejarias nacionais que estão mandando muito bem em cervejas desse estilo é a Cervejaria Augustinus, que recentemente lançou duas RIS simplesmente fantásticas: a Augustinus Ka’Kau, e a Augustinus Black Mamba, tive o prazer de degustar essas duas maravilhas, sendo que a Austinus Ka’Kau bebi no ótimo Volátil Bar, e a Augustinus Black Mamba bebi na minha segunda casa, o Pub 45, e muito bem acompanhado: junto com o gente boníssima Gabriel Cunha da Augustinus. 

Augustinus iníciou suas atividades em 2017 pelas mãos de seus dois sócios, o Gabriel Cunha e o Leonardo Indini, e ficou muito conhecida por suas produções caseiras muito apreciadas pelo meio cervejeiro, no início do ano a Augustinus iniciou sua produção e distribuição com a Cervejaria e Distribuidora Dádiva lançado primeiramente a Ka’Kau, e após lançou a Black Mamba, que já está em seu 15° lote produzido, o primeiro feito de forma industrial pela Cervejaria Dádiva. A Cervejaria Augustinus tem esse nome em homenagem a Santo Agostinho, um dos padroeiros da cerveja. 

Bora falar das belas brejas da Cervejaria Augustinus?? Vamos começar com seu primeiro lançamento, a Augustinus Ka’kau, uma Russian Imperial Stout com aromas de cacau e baunilha que experimentei no Volátil Bar. Cerveja vendida em latas de 350 ml com 11% graduação alcoólica e 50 IBUs, ela é uma cerveja de coloraçãobem negra, opaca, seu aroma tem nuances mais fortes da baunilha e com o cacau num segundo plano. Seu sabor é levemente adocicado no início do gole com um paladar de chocolate meio amargo no final do gole. 

Já a  Augustinus Black Mamba é vendida em latas de 350 ml, e tem uma graduação alcoólica e um valor de amargor um pouco maior em relação a Augustinus Ka’Kau, ela tem belos 12% de graduação alcoólica e 75 IBUs de amargor. Ela é uma cerveja também do estilo Russian Imperial Stout, com aromas de café, coco e baunilha que bebi no Pub 45. Cerveja de coloração negra, opaca com espuma bege cremosa de ótima formação e duração. Seu aroma leva a lembrança de chocolate amargo. No sabor, ela é uma cerveja que desde o início de gole ela tem um paladar levemente mais amargo que a Ka’Kau. Cerveja bastante encorpada, e mesmo com uma graduação alcoólica alta, o álcool é levemente perceptivel, fazendo com que a Augustinus Black Mamba seja uma cerveja muito equilibrada. 

Então galera cervejeira, se você aprecia algo um pouco mais adocicado, te recomendo a Augustinus Ka’Kau, porém, se você curte mais um pouco de amargor, caia de cabeça na Augustinus Black Mamba, independente da cerveja escolhida, podem ter certeza que foi uma ótima escolha. 

Saúde galera cervejeira e bora beber.