Resenha Cervejeira: Brahma Duplo Malte

28 de junho de 2020 1 Por blogmundodacerveja

A Mari encarnou o espírito de trazer o boteco em casa, e harmonizou a Brahma Duplo Malte com amendoim!

Por: Mari Linhares/Pedro Freitas

 

Olá galera cervejeira!!

Dia de beber e escrever sobre a Brahma Duplo Malte, cerveja que segundo o site da Cervejaria Brahma é composta pela leveza do malte Pilsner, com o sabor do malte Munich. Mas além de beber, nós tivemos uma ideia interessante: já que não podemos ir até o boteco apreciar essa cerveja, trouxemos o boteco para nossas casas, harmonizando com comidinhas de boteco. Enquanto a Mari harmonizou sua Brahma Duplo Malte com um belo amendoim, o Pedro aproveitou umas coxinhas caseiras dando bobeira e fez a combinação.

A Brahma é uma marca de cerveja brasileira criada em 1888, no Rio de Janeiro, pela Manufactura de Cerveja Brahma Villiger & Companhia, que depois mudaria de nome para Companhia Cervejaria Brahma, e depois seria sucedida pela AmBev. A cerveja Brahma é a segunda marca de cerveja mais consumida no Brasil, e a nona cerveja mais consumida em todo o mundo. No Brasil, é considerada a 3ª marca mais valiosa do país!! Apesar de a Brahma ser totalmente brasileira, ela é famosa por ser a marca internacional da Ambev, marcando presença em 31 países ao redor do mundo.

Origem do nome Brahma

Não há nenhuma comprovação da origem do nome, mas há três hipóteses para a origem do nome:

– Uma homenagem dos criadores da cervejaria ao deus Brama, da religião Hindu, que também pode ser escrito como Brahma como a cerveja.

– Uma homenagem ao compositor alemão Johannes Brahms.

– Uma homenagem ao britânico Joseph Bramah, inventor da válvula manual para tirar chope em balcões de bares. Como Bramah fundou uma empresa com seu sobrenome, os cervejeiros brasileiros não poderiam usar este, e tiveram de mudar as letras de lugar para dar origem ao nome da cerveja.

Essa cerveja é vendida tanto em latas de 350ml (opção que bebemos) e garrafas de 600ml, com 4,7 % de graduação alcoólica e 11 IBUs de amargor.

E aí Mari, o que me diz da Brahma Duplo Malte, e como foi a harmonização com o amendoim?

Eu achei que o aroma do malte está um pouco mais pronunciado do que numa Brahma tradicional, bem como no paladar, remetendo bastante a biscoito, cereal, e com um dulçor também mais presente, bem suave e equilibrado com o amargor. Cor dourada e brilhante, como deve ser, a espuma teve uma formação bem bonita, mas não persistiu tanto.

E a harmonização tá bem básica, o dulçor do malte contrasta um pouco com o salgado do amendoim, e o gole da cerveja limpa o paladar para a próxima porção de amendoim.

No Bar do Pedrão teve harmonização da Brahma Duplo Malte com coxinha!!

E Pedro, fala aí da breja e da harmonização com as coxinhas:

A Brahma Duplo Malte tem a coloração dourada, aparentemente mais escura, intensa em relação às cervejas tradicionais, com espuma branca de boa formação e duração, deixando uma fina camada de espuma até o final do copo, além de muito belgian lace nas laterais do copo. No aroma, senti presença mais intensa dos maltes utilizados para fazer essa cerveja, coisa que também foi percebida no sabor, bem mais presente que nas cervejas tradicionais, junto de um amargor quase inexistente.

A Brahma Duplo Malte é uma cerveja de corpo leve, com aroma e um sabor mais pronunciado. Ela caiu perfeitamente com o sabor da coxinha feita aqui em casa, ao beber a cerveja, dar uma mordida na coxinha e fechar os olhos, a sensação que deu foi que estava num boteco.

E qual a opinião dos dois sobre a Brahma Duplo Malte?

Ambos perceberam que ela está mais maltada, saborosa que a Brahma tradicional. Tirando a parte que para o Pedro a espuma teve uma retenção maior que no copo da Mari, achamos que essa cerveja é um degrau a mais na escada para quem ainda não está no mundo das artesanais se interessar por cervejas mais maltadas, mais saborosas, encorpadas. Por que chegamos nessa conclusão? As grandes cervejarias comerciais percebem que estão começando a perder espaço para as cervejarias artesanais, e estão tentando investir em cervejas mais lupuladas, outros estilos além das American Lagers, só que ao mesmo tempo, entendemos que elas fazem um bom serviço para as cervejarias artesanais, pois à partir dessas cervejas, o público que ainda não tinha conhecido, ou não se importava com cervejas artesanais começará a se interessar a procurar outras cervejas, de outros estilos, e invariavelmente eles irão procurar cervejarias artesanais, locais para saciar a curiosidade que tiveram à partir de ter bebido essa cerveja que é mais saborosa que as tradicionais que encontramos em todos os lugares. Dessa forma, enxergamos a Brahma Duplo Malte como uma cerveja que é uma porta de entrada para o lindo mundo das cervejas artesanais.

No site da Brahma Duplo Malte, fala que essa cerveja harmoniza muito bem com amendoim (olha aí a Mari acertando na harmonização), croquete de carne (o Pedro bateu na trave hahaha) e batata frita. 

A Brahma Duplo Malte é encontrada em todo o Brasil em supermercados, bares e lojas de conveniência. E você, já experimentou essa cerveja?? O que achou dela?? Conta pra gente o que achou no final da postagem

Saúde galera!!