Resenha Cervejeira: Heineken Zero

27 de julho de 2020 0 Por blogmundodacerveja

A Mari provou as duas versões da Heineken em lata de 350 ml.

Por: Mari Linhares/Pedro Freitas

 

Olá galera cervejeira, tudo bem com vocês?

Bora falar de um lançamento bem legal! Uma das cervejas mais queridas da galera cervejeira, a Heineken, lançou recentemente a sua versão zero álcool, então bora lá provar essa novidade!! 

Mas não iríamos apenas abrir uma Heineken Zero e falar sobre ela, já que tanto a sua versão tradicional quanto sua versão 0,0% são bem fáceis de serem encontrados. Queremos fazer algo melhor, um comparativo entre os dois rótulos da Heineken, e já que gostamos de abrir o leque de opções, em Bragança Paulista a Mari pegou as duas cervejas em latas de 350 ml, e em São Paulo o Pedro levou pra casa as duas versões em garrafas long neck de 330 ml.

Criada em 2017, na Holanda, após vários anos de pesquisa e testes para chegar à uma receita com sabor de qualidade e zero álcool, a Heineken Zero é composta apenas de ingredientes naturais e produzida com a exclusiva levedura A, igual à Heineken tradicional. Ela está sendo produzida nas fábricas do Grupo Heineken em Ponta Grossa PR e em Jacareí SP.

Conheça a história da cervejaria

Pesquisamos a história da Heineken, e vimos em seu site que a história da Heineken começou em 1873, quando um jovem empreendedor chamado Gerard Heineken descobriu a paixão pelo preparo de cerveja. Ele adquiriu um terreno no que agora é o centro de Amsterdã, construiu uma cervejaria e aperfeiçoou a receita que viria a se tornar a primeira cerveja Lager “premium” da Holanda,  com as notícias se espalhando rapidamente em toda a Holanda e tornando-se um símbolo nacional de qualidade.

Enquanto a Heineken tradicional é vendida em garrafas long neck de 330 ml, latas de 350 ml, garrafas de 600 ml e barris de 5 litros, a Heineken 0,0% é vendido em garrafas long neck de 330 ml e latas de 350 ml.

Rolou uma diferença na duração da espuma nos copos da Mari (o copo com mais espuma é a Heineken tradicional)

Mari, o que você achou da comparação entre a Heineken tradicional e a Heineken Zero?

Olha, aparência é semelhante quanto a cor, dourada e brilhante. Em relação a formação e persistência de espuma, aqui foi melhor na Heineken com álcool, mas na Heineken Zero também formou uma espuma bonita. No olfato, a Heineken tradicional é mais complexa, sendo fácil distinguir o aroma de lúpulo e até mesmo o álcool. Na Heineken Zero, o aroma de malte é mais pronunciado. 

Na boca acontece a mesma coisa. Na Heineken Zero, o dulçor de malte aparece antes, enquanto na Heineken tradicional o amargor está em primeiro plano. Sensação de boca é semelhante nas duas, com boa carbonatação e corpo leve.

No geral, dentre as cervejas sem álcool que já tomei, a Heineken Zero seria facilmente uma escolha pra mim, pois achei bem semelhante à Heineken tradicional. Senti falta apenas do amargor, em relação à cerveja com álcool, mas comparada às outras zero álcool que conheço, a 0 é relativamente amarga.

Após a temperatura da cerveja ficar um pouco elevada, é ainda mais perceptível o malte na Heineken Zero, trazendo lembranças de casca de pão, cereal mesmo.

O Pedro foi de long neck 330 ml

E você Pedro, o que achou da comparação entre as duas cervejas?

Na parte visual, a cor de ambas as cervejas são exatamente iguais, mesma coisa acontece com a espuma, tanto se tratando de quantidade e retenção. As diferenças começam no aroma, percebi um aroma levemente mais lupulado na Heineken tradicional em relação à Heineken Zero, e no sabor senti uma diferença bem pequena em relação ao amargor, sendo a Heineken tradicional levemente mais amarga em relação à Heineken Zero, e por esse motivo, senti na Heineken tradicional mais gosto de cerveja em relação à Heineken Zero. Não que seja demérito à Heineken Zero, ok, bebi pouquíssimas cervejas zero álcool, mas essa Heineken Zero é a mais próxima de uma boa cerveja em relação à todas as cervejas zero álcool que já bebi. Acredito que ela seja uma excelente opção para quem dirige, faz uma atividade física, ou simplesmente querer beber uma cerveja, mas por algum motivo não poder conter álcool, beber sua cervejinha sem medo de ser feliz.

E você que tá lendo essa resenha, nem preciso perguntar se já bebeu a Heineken tradicional né não? Mas e a Heineken Zero? Melhor ainda, já fez a comparação entre as duas? Conta pra gente o que achou, se achou mais diferenças, se para você não há diferença nenhuma, solta o verbo aqui no final do texto. É muito importante a sua opinião.

Saúde galera!!